Dúvida Cálculo de m² para serviço de limpeza

Bom dia Pessoal,
Trabalho em uma instituição de ensino, sou novo nessa área de contratos e fui designado para participar de um ETP de limpeza.
Pois bem, juntei os m² das salas, separei pelas áreas como manda a IN/05, etc…
A minha dúvida é em relação às periodicidades, pois a maioria das salas de aula precisarão ser limpas 3x por dia. Nesses casos, o m² é multiplicado por 3 (periodicidade de limpeza diária) e dividido em 22 dias (8h diárias e 4h do sábado) para considerar a área de limpeza a ser limpa por dia?

Desde já agradeço a atenção.

1 Like

Erike, a produtividade, em geral e quando bem estimada, já contempla a ponderação das rotinas, periodicidades e frequências.

Por exemplo: se a limpeza é 1x/dia em piso frio, a produtividade poderia ser, digamos, 1.000m2.

Mas se o mesmo local precisa de limpeza 2x/dia, a produtividade cairia à metade: 500m2

E se o local precisa de limpeza 3x ao dia, a produtividade seria 1/3 * 1000 = 333,33m2

Por isso mesmo é que banheiros têm produtividades-padrão bem inferiores ao piso frio.

Minha sugestão (ideal) é adotar a metodologia que tenho defendido há tempos, desde que ajudei a implantar no Min Fazenda em Cuiabá, conforme exemplo de planilha em anexo.

A metodologia que defendo pode ser conferida no TR do Pregão nº 2/2015, cujo edital está disponível em:

http://comprasnet.gov.br/ConsultaLicitacoes/Download/Download.asp?coduasg=170190&numprp=22015&modprp=5&bidbird=N

Ali você encontrará a metodologia completa de definição das produtividades para cada ambiente a ser conservado, a forma de fiscalização definida por resultados e o ANS adotado.

Todo o levantamento de dados foi lançado em planilha do Excel, uma linha para cada combinação ambiente/atividades, com campos a serem preenchidos e campos calculados automaticamente, para transformar a área física existente em área convertida, usando como base as produtividades da então IN 02/2008 (600m2 em áreas internas e 1.200 em áreas externas).

Assim, em cada local foi avaliado o tipo de limpeza a ser realizado (tarefas); a periodicidade (de quantos em quantos dias); a frequência (vezes ao dia); a equipe que normalmente realiza a tarefa (quantidade de pessoas); e o tempo, em média, necessário (minutos) para executar as tarefas.

Franklin Brasil
Autor de Como Combater o Desperdício no Setor Público

Autor de Como Combater a Corrupção em Licitações

Autor de Preço de referência em compras públicas

Detalhamento de Areas e Atividades.xlsx (47.6 KB)

5 Likes

Aproveito para recomendar a leitura da excelente Dissertação de Mestrado de LEILYANNE DOS SANTOS DIAS, “Contratação de serviço de limpeza em uma universidade pública federal com foco no resultado: do padrão ao personalizado” que pesquisou produtividades de limpeza em ambientes escolares (universidade federal).

A pesquisa encontrou produtividade de 1.650m2 e 1.750m2 em salas de aula, dependendo do método de cálculo empregado. Há um quadro com as atividades de limpeza realizadas, sendo Limpeza Simples 2 vezes ao dia, Limpeza Básica 1 vez por dia, Limpeza Completa Semanal, Limpeza Eventual Eventual/ semestral

Dissertacao. 2019. Leilyanne Dias. Produtividade limpeza universidade.pdf (2.35 MB)

2 Likes

Bom dia Franklin,
Vou estudar os documentos que você apresentou e retorno.
Muito obrigado pela atenção!

Excelente aula, @FranklinBrasil!

Aproveito ainda para indicar a leitura da Dissertação de Mestrado de um cara f… que eu conheço:

Determinantes de custos na limpeza predial terceirizada: benchmarking em universidades federais

3 Likes

Boa tarde @FranklinBrasil !
Estou fazendo o levantamento de demanda para a contratação de serviços, tenho bastante dúvidas.
O órgão que trabalho possui diversas unidades administrativas, ou seja, possui várias edificações localizadas em municípios diferentes. No entanto, estou com um dúvida a respeito do quantitativo de serventes a serem contratadas.
Em caso concreto, temos um posto de saúde pequeno cujo m² total, somando em todos os tipos de áreas (interna, externa, etc.) não chega a 1 (um) servente, dá exatamente 0,1, não ultrapassa nem 0,5 para arredondar para 1 (um). Isso é só um caso, pois temos outras unidades.
Uma observação é que o acesso a estas unidades são por via fluvial, ou seja, não dá, por exemplo, um servente trabalhar em um posto e se deslocar para outro posto para fazer o serviço, pois a logística não permite isso, além disso, a Administração quer que o servente permaneça lá no posto, apesar de ser pequeno.

Se o Sr. puder fornecer seu contato para dúvidas agradeço.
Meu email é leo232015@gmail.com

Desde já agradeço.

Neste caso, a contratação seria por posto, e não por m2, e a justificativa seria os fatos que já narrou, tornando inviável a metodologia.
O que vejo que pode ser ajustado, neste caso, é a carga horária a ser cumprida, de acordo com a necessidade. É preciso que fique um servente durante todo o horário de funcionamento ou não? Há outras atividades que eventualmente podem ser cumuladas pelo mesmo funcionário? Digo isto porque nalguns casos, apenas a título de exemplo, já ouvi falar de acumulação de copeiro e servente de limpeza, mediante uma pequena gratificação, que era mais vantajosa que a contratação de dois postos em separados, e possível de realizar, posto que se tratava de unidade pequena, com poucas tarefas.

1 Like