Planilha de custos e formação de preços - QUANTIDADE

Boa tarde!

Prezados, estamos trabalhando com o Edital e Termo de Referência de um pregão para contratação de serviços terceirizados (limpeza, auxiliar em administração, padeiro, auxiliar de cozinha, entre outros) e pairou a dúvida se é necessário ter 03 PLANILHAS DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS fornecida pelas empresas para cada cargo a ser licitado, uma vez que na última licitação, em 2014, foi utilizada SOMENTE UMA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS.

OBS: Algum órgão realizou este ano um pregão para contratação de serviços terceirizados que possa servir de parâmetros para nós?

Atenciosamente,
MATHEUS
IFSULDEMINAS - CAMPUS MACHADO

Matheus!

Quem elabora a planilha de custos estimativos é a Administração e não as empresas. Dá uma revisada bem detalhada na IN 5/2017: https://www.comprasgovernamentais.gov.br/index.php/legislacao/instrucoes-normativas/760-instrucao-normativa-n-05-de-25-de-maio-de-2017

Para elaborar a planilha, você vai atrás de fontes de preços para cada um dos custos da planilha.

Os relacionados à remuneração você tira do instrumento coletivo que vocês acharem mais adequado ao objeto do contrato. Você acha os instrumentos coletivos vigentes no site Mediador (CCT, ACT, DCT, SN etc): http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/

Os demais custos estimativos levantados com base em estatísticas, como licenças etc, você tira dos cadernos técnicos do objeto licitado ou de um similar: https://www.comprasgovernamentais.gov.br/index.php/cadernos

E os demais custos como lucro e despesas indiretas, você consegue pesquisar em planilhas de serviços terceirizados de sua região. Você acha no Compras as planilhas das propostas das últimas licitações, como anexos de proposta: http://comprasnet.gov.br/acesso.asp?url=/livre/pregao/ata0.asp

Para os insumos que porventura existam em sua planilha, como material de limpeza, uniforme etc, use as fontes normais de pesquisa, previstas na IN 5/2014: https://www.comprasgovernamentais.gov.br/index.php/legislacao/instrucoes-normativas/301-instrucao-normativa-n-5-de-27-de-junho-de-2014-compilada

1 Like

Bom dia!

Sim! Eu entendo que é a Administração quem elabora a planilha, mas a mesma deve ser enviada para no mínimo 03 empresas, assim como ocorre nos pregões para estimativa de preços de referência?

Obs: É a primeira vez que estou trabalhando em um pregão de serviços terceirizados.

Att,
MATHEUS

Ola Matheus para vc fazer a analise do preço de estimado (o orçamentário) siga os passos do prof Ronaldo postado acima e para fazer pesquisas de preço é no painel de preços do site comprasgovernanmentais, não há necessidade e base legal na IN 05/2017 de vc enviar as planilhas ( que seria a proposta da instituição) para 3 empresas, você deve fazer sua previsão e se caso uma empresa que está participando do certame queira fazer vistas ao processo ela pode, mas não podemos enviar nossa proposta para as empresas, caso o processo de compra seja via pregão eletrônico.
O orgão faz seu planejamento interno, seu preço estimado e abre a licitação para as empresas enviarem suas propostas via em pregão eletrônico ( se for o seu caso).
Espero ter contribuido

Matheus!

A planilha que a Administração elabora não é para ser enviada aos fornecedores, mas sim para servir de base para o julgamento das propostas na licitação.

Observe que para a pesquisa de preços em geral os fornecedores são só uma das muitas fontes de preços utilizáveis, listada na IN 5/2014 citada.