Maior desconto tabela anp

Prezados colegas,
Algum de vocês licitaram combustíveis pelo critério maior desconto sobre tabela ANP?
Poderiam expor a opinião de vocês ?

1 Like

Aqui trabalhamos com o maior desconto sobre a tabela da ANP, funciona muito bem, pois é desnecessário o fornecedor ficar solicitando várias reajustes de contrato quando muda o preço do combustível.

TERMO DE REFERÊNCIA COMBUSTÍVEL.pdf (325,9,KB)

Tivemos um problema sério em relação a isso em outubro ou setembro, mês em que a ANP não divulgou os índices. Sugiro prever no instrumento alternativa, caso eles não sejam divulgados.

Nós fazemos por gestão de frota e taxa de administração.

1 Like

Tem como me mandar o modelo?

1 Like

Marina, boa noite!

Mandei uma mensagem privada com o e-mail de contato para te mandar cópia completa dos autos.
Estamos completando cinco anos deste modelo e estou terminando o ETP.
Nossa contratação é unificada para manutenção e abastecimento de frotas. Além de combustíveis, há um modelo de oficinas credenciadas para manutenção preventiva/corretiva, lava-jato e, inclusive (demanda de algumas unidades) abastecimento e manutenção em gerador.
Cada veículo tem um cartão e com ele você abastece e faz o serviço de manutenção.

Foi uma experiência de enorme êxito, alguns poucos ajustes que serão feitos são relacionados a um acórdão do TCU que recomenda um outro modelo para os serviços de manutenção. No caso de abastecimento, a aplicação da taxa de administração é entendida como tranquila.

Principais vantagens: trata-se somente com uma empresa, não há procedimento de repactuação (apenas prorrogações) e conseguimos todo o tipo de atendimento necessário (nossa frota é pequena mas muito diversificada, vai desde popular já antigo a carro importado que só anda com gasolina premium, e inúmeras marcas).

Como disse, estou concluindo os estudos do modelo de manutenção (baseados em homem hora), e depois posso te passar estes artefatos também.

3 Likes

Boa tarde José.

Poderia enviar esse modelo de contratação para mim também, atualmente estamos trabalhando com manutenção baseada em desconto da tabela audatex, mas está muita cara e fora do mercado. Estou realizando alguns estudos, se puder compartilhar, será de grande valia.

Obrigado

Também fiquei interessada, pode me encaminhar por gentileza?

Sugestào minha, Em caso da falta de dados da ANP.

Use os dados do ultimo ato da CONFAZ aonde consta o preço médio poderado de cada estado.

https://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/atos-pmpf/2021

2 Likes

@josebarbosa, você inclui manutenção do gerador junto com manutenção da frota e o abastecimento dos dois?

Pode me dizer o número da Uasg e o número do último pregão em que adotou esse modelo?

Qual é o Acórdão do Tribunal de Contas da União que recomendou mudanças no modelo?

1 Like

@Arthur a PRF também tem contrato único para manutenção e abastecimento é o PE N° 21/2020 da UASG 200109.

2 Likes

Olá,

Para contribuir, a última publicação de ATO (Março2021), atualmente está resultando em preços alegadamente inexequíveis pelos possíveis fornecedores locais.

Aqui no órgão a questão é: como gerenciar contratações que se adequem à oscilação de preços?

Usar a tabela da ANP como referência serve pra acompanhar a oscilação de preços.

Pedro, bom dia… Estamos montando o nosso TR, estamos tendendo a adotar o referencial do preço médio do município registrado na ANP, estabelecendo como critério o maior desconto sobre esse valor. Em relação à dificuldade que apontou, a alternativa que encontramos foi estabelecer uma ordem: 1 - nosso município (Passo Fundo); 2 - município mais próximo com preço registrado na ANP (Erechim); 3 - média do Estado do RS, porém, por não termos localizado pregões anteriores que nos dê embasamento, temos receio de cair em alguma irregularidade. O que acha? Terímos problema se fizéssemos assim? Franklin, o que acha?

1 Like

Não sei entendi bem a modelagem. A necessidade é de abastecimento onde? Em todo o estado do RS? Em algumas cidades? Em uma única cidade?

Franklin Brasil
Autor de Como Combater o Desperdício no Setor Público

Autor de Como Combater a Corrupção em Licitações

Autor de Preço de referência em compras públicas

Nós somos do IFSUL Câmpus Passo Fundo. Diversas vezes, são necessárias viagens para outros Câmpus (espalhados em 13 localidades) e para outros locais. Daí, pensamos em estabelecer como critério o maior desconto sobre a média da semana da ANP no município de Passo Fundo, sendo esse também o valor máximo a pagar, mas estamos com dificuldade nesse aspecto. Por exemplo, neste mês, em Passo Fundo, não houve registro de preço no site da ANP. Daí, se não houver uma referência substitutiva, durante a execução, pode se tornar complicado o ateste e o pagamento da fatura. Dessa forma, pensou-se em adotar os valores, primeiramente, registrados em Erechim, por ser um município vizinho (90 km de Passo Fundo); caso também não haja valores relativos a Erechim no site da ANP, pensou-se em adotar, como parâmetro, a média dos valores registrados em RS, na semana do consumo. O TR determina que em cada uma das treze localidades, haja, pelo menos, 2 postos credenciados à gerenciadora da frota. Dessa forma, pensamos em, de forma similar, estabelecer como critério o maior desconto sobre a média de preço da semana da ANP no município do abastecimento, necessariamente em uma das cidades registradas no Termo de Referência, sendo esse também o valor máximo a pagar. Subsidiariamente, caso não haja preço registrado na semana do consumo, o valor registrado num município próximo (também mencionado no TR), e, por último, a média do Estado.

Me parece bastante razoável e lógico. Pelo que conheço da metodologia de coleta de dados da ANP (https://www.gov.br/anp/pt-br/assuntos/precos-e-defesa-da-concorrencia/precos/precos-revenda-e-de-distribuicao-combustiveis/arquivos-metodologia/sei-anp-0794474-edital.pdf) a verificação é semanal e abrange vários municípios do RS.

Eu tentaria simplificar a metodologia, se os abastecimentos fora de Passo Fundo não forem tão expressivos. Ficar buscando os preços em cada localidade pode ser um tanto quanto custoso e o controle disso pode não compensar, tendo em conta o Art. 14 do DL 200/67.

1 Like

Obrigado pelo suporte. Tentaremos simplificar a metodologia para torná-la mais simples.

Concordo com o Franklin. Apenas reitero o alerta para o estabelecimento de previsão alternativa caso, por algum motivo, a ANP não divulgue a tabela. Isso ocorreu durante algumas semanas em 2020. Sugiro estabelecer desconto sobre o preço da bomba nessa situação excepcional, ou alguma outra tabela, como a do CONFAZ que o colega acima mencionou.

Entretanto, ainda em 2020, mudamos a forma de contratação para o sistema de gerenciamento de frota, por meio de cartão de pagamento e incluindo manutenção veicular. Tem fluído muito bem e é melhor, a nosso ver, que apenas contratar o combustível. Há tópicos sobre isso aqui no NELCA, sugiro dar uma pesquisada e ver o que melhor atende ao seu órgão.

2 Likes