Aquisição de Combustíveis

Prezados, alguém já adquiriu combustível utilizando o sistema MAIOR DESCONTO AO PREÇO MÉDIO DA SEMANA ANTERIOR AO ABASTECIMENTO, PREÇO MÉDIO OBTIDO NO SITE DA ANP (https://preco.anp.gov.br/include/Resumo_Semanal_Posto.asp).

Nossa procuradoria está sugerindo essa sistemática. O combustível terá uso em equipamentos de equipes de prevenção de incêndios florestais.

Os colegas enxergam algum furo nessa sistemática ?

Perigoso, devido a oscilação do preço do combustível que hoje acompanha a do dólar.

Atenção com a sugestã! melhor trabalhar com o preço do dia, com base na tabela da ANP

----- Mensagem original -----

1 Like

Franklin!

Eu sou um defensor dos sistemas de gestão de abastecimento por rede credenciada, pois proporciona maior flexibilidade e capilaridade para atender às reais necessidades do órgão, em uma base territorial maior.

Mas mesmo neste método de contratação, o uso da tabela ANP como base é complicado, porque quem deve garantir que o preço praticado não é maior do que a tabela é o servidor que vai abastecer o carro. O contrato não é com o posto e não cabe impor nenhuma obrigação para terceiros, alheios aos efeitos jurídicos do contrato.

Só se o sistema tiver como bloquear preços acima da tabela, mas acho bem improvável isto, além de ser um problema para quem vai abastecer. Imagina na hora de passar o cartão, depois de estar com o tanque cheio, dar bloqueio por preço acima da tabela.

Ou seja, além de pensar na melhor forma de licitar e de contratar, pense também na melhor execução do contrato depois. Não adianta fazer a licitação perfeita e ter um contrato sem condições de ser executado.

3 Likes