Avaliação da gestão de compras públicas de tecnologia da informação na Universidade de Brasília

Uma das mais importantes e sensíveis áreas são as contratações públicas, uma vez que movimenta grande volume de recursos financeiros, bem como fornece subsídios para que as atividades fins de seus respectivos órgãos e entidades sejam realizadas com sucesso. Nesse contexto, destaca-se que os indicadores são instrumentos de gestão primordiais no monitoramento e avaliação das organizações, possibilitando o acompanhamento do alcance de metas, melhorias de qualidade, correção de problemas e necessidades de mudança, e especialmente neste trabalho, na avaliação do desempenho das compras públicas. O objetivo do estudo em questão é a avaliação das compras públicas de tecnologia da informação na Universidade de Brasília. Esta dissertação adotará o formato multipaper, ou seja, a elaboração da dissertação com um conjunto de artigos, sendo que cada um deles possuem características próprias como objetivos, referencial teórico, método de pesquisa, resultados, discussões e conclusões. O Estudo I teve como objetivo o levantamento de indicadores de Gestão de Compras Públicas, por meio de uma revisão de literatura que segue o protocolo proposto por Cronin, Ryan e Coughlan (2008), abrangendo artigos publicados na base Web of Science, nos últimos cinco anos. Para se alcançar o estado da arte sobre os indicadores de gestão de compras, a revisão identificou trinta e oito indicadores, sendo possível verificar ainda lacunas metodológicas que poderão ser objeto de pesquisas futuras. O Estudo II analisou os indicadores coletados no Estudo I, utilizando a metodologia da cadeia de valor e os seis indicadores do Desempenho – chamados 6E’s –, conforme o metamodelo apresentado no Guia Referencial de Medição do Desempenho proposto pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). De acordo com cada ficha dos indicadores, os dados foram coletados e, como resultado, obteve-se um desempenho agregado final de 75,70 de uma nota máxima de 100. Reforça-se que o desempenho agregado foi satisfatório para o período avaliado, tendo em vista que toda a gestão de compras de TIC foi descentralizada para a STI em meados de 2017, ou seja, somente três anos executando suas compras de forma independente. Dessa forma, a medição do desempenho das compras públicas permite que a alta gestão consiga entender como o fluxo de compras se desenvolve dentro da organização, como está sendo realizada essa atividade logística e como ela impacta na atividade fim da organização, possibilitando impor esforços para aprimoramento dessa atividade Repositório Institucional da UnB: Avaliação da gestão de compras públicas de tecnologia da informação na Universidade de Brasília

2 Likes