Aquisição combustível

Bom dia!

Em relação à aquisição de combustível, estou com a seguinte dúvida e gostaria de ouvir a opinião de vocês:

Após pesquisa sobre as formas de contratação do objeto, verifiquei que os Órgãos, ou contratam pelo critério do MENOR DESCONTO sobre a tabela da ANP, diretamente com o posto, ou contratam uma empresa para gerenciar e controlar a aquisição de combustível, que neste caso, cobram uma taxa de administração pelo serviço (qual a vantagem?).

Queria ouvir a experiência de vocês sobre qual seria a melhor forma de contratação, como funciona efetivamente cada uma, ou alguma outra dica para que tenhamos um maior êxito na aquisição.

Desde já, agradeço a atenção!

MÔNICA SILVA
CONSELHO REGIONAL DOS TÉCNICOS INDUSTRIAIS DA PRIMEIRA REGIÃO

2 Likes

Mônica,

Vai depender da sua real necessidade e do volume de combustível. Mas normalmente a gestão de frotas via cartão é satisfatória. Primeiro porque te dá ferramenta para efetuar a gestão do gasto, o que nem sempre é fácil no modelo de contratação de posto. E segundo porque amplia enormemente a sua rede de atendimento, o que pode ser necessário se os veículos rodam por uma área grande, mesmo que seja no mesmo município.

Na PF, por exemplo, que tem muito veículo, gasta muito com combustível e atua em muitas localidades, a contratação do posto não consegue atender à necessidade. Tanto o aumento da rede de atendimento (que pode ser inclusive nacional) quanto a possibilidade de ter o controle do gasto de cada um dos diversos veículos (a menor unidade estadual da PF tem quase cem veículos), são vantagens consideráveis.

3 Likes

Monica, além das referências do Ronaldo, veja a possibilidade do TAXIGOV, me parece o modelo do futuro, economia de mais de 40 por cento. Empregabilidade bem maior para enfrentar a crise.

1 Like

Prezados,

bom dia,

no TRT3 possuía apenas um posto credenciado na Capital, num raio de até 5km, para abastecimento da frota. E quando em viagem, utilizava-se suprimento de fundos para abastecimento, o que causa transtornos e dificuldades na operacionalização (contrato de fornecimento).

Depois licitou-se a prestação de serviços de gerenciamento de aquisição de combustível, via cartão, em que a empresa contratada apresenta a relação de postos credenciados na região de interesse (MG, no caso), e o menor desconto na tabela ANP. Este contrato facilita a aquisição, fiscalização, e a prorrogação de até 60 meses.

at

1 Like

Os dois modelos são válidos, conforme a necessidade. Se você tem uma ação mais localizada, contratar um posto próximo, com um bom desconto, o resultado pode ser mais efetivo.
O cartão é uma ótima alternativa de gestão porque auxilia no controle de veículos. No nosso caso, utilizamos tanto para abastecimento como lavagem e manutenção da frota. A taxa de administração é zero. O cartão não ganha diretamente com a gente, mas conveniando as empresas, que por sua vez sabem que vão atrair clientes.
Nesta licitação nós fomos o órgão gerenciador e alcançamos o limite de adesões muito rapidamente. Todo o dia alguém sabia e pedia para aderir. Já tem quase três anos e não tenho reclamações. Foi certamente uma ótima experiência que já peguei pronta e só tive que dar continuidade.

1 Like

Muito obrigada pela colaboração de todos!

1 Like

Boa Tarde Senhores(a),
Aproveitando esse gancho referente a contratação de empresa de gerenciamento de frotas e aquisição de combustível, nos surgiu uma dúvida para renovar o nosso contrato…
Qual o método utilizado para comprovar vantajosidade de contrato de gerenciamento de combustível com taxa de administração?
Dês de já agradeço a todos pela ajuda…

1 Like

Boa noite,

No órgão em que trabalho comparamos o percentual da taxa de administração com a de outros órgãos.

2 Likes

Eu gostaria muito de conhecer mais sobre a gestão de frotas. Temos enfrentado grandes desafios em relação à manutenção de veículos, bem como o abastecimento. No caso, pelo fato de estarmos no interior, seria viável este tipo de contratação? Como ele funciona? Tem algum manual que possa nos ajudar?

1 Like

Geovana,

Recomendo o material do Programa Aprimora do TCE-MT a respeito da Gestão de Frotas: https://www.tce.mt.gov.br/conteudo/sid/897

Entre os materiais de referência (https://www.tce.mt.gov.br/conteudo/sid/904) poderá encontrar o Caderno de Estudos, que traz os principais riscos e controles internos da área, incluindo abastecimento de combustível.

5 Likes

Prezado Franklin, infelizmente entro no site pelo link , mas os materiais não estão acessíveis, caso os tenha abaixado , seria possível anexar ?

2 Likes

a taxa de administração e a de desconto ?

1 Like

Boa tarde, Jose
Também tentei acessar os arquivos no link indicado, todavia os materiais estavam disponíveis.

Atenciosamente,
Alex

1 Like

para mim, só aparece dessa maneira, se não for pedir muito , envie o material baixado para o e-mail. jrodrigues.teixeira@ufla.br

Envio o arquivo mencionado, Caderno de Estudos de Gestão de Frotas, que traz os principais riscos e controles internos da área, incluindo abastecimento de combustível.

Caderno de Estudos - ACI Gestão de Frotas (versão final).pdf (3.94 MB)

2 Likes

muito obrigado pelo retorno