Majoração de percentual de Custos Indiretos e Lucro na terceirização de mão de obra

Bom dia a todos!
Queria elucidar uma dúvida se possível…

Estamos operando uma licitação de terceirização de mão de obra com dedicação exclusiva, e requisitamos a proposta adequada ao último lance da empresa provisoriamente em 1º lugar. Ao enviar, tivemos que diligenciar pela detecção de divergências.

Os erros foram sobre o percentual do SAT, multa FGTS sobre aviso prévio, que estavam acima do devido, bem como elucidar valores pequenos para uniformes, lucro e custos indiretos. Em resposta, a empresa ajustou os primeiros percentuais, porém, majorou o valor dos uniformes, lucro e custos indiretos.

A dúvida é: Essa majoração é aceitável, tendo em vista que difere da proposta readequada ao último lance que fora enviada? Ela deveria assumir esse risco pelo fato de ter errado nos percentuais supracitados, e manter o valor dos insumos lucros e custos indiretos já apresentados anteriormente?

Grato pela atenção,

Kennedy Dantas Francelino
Portalegre/RN

Olá

Entendo como correta essa adequação, pois a proposta final é homologada… em fase de dilegenciamento a emrpesa pode corrigir a sua proposta e os itens, desde que não ultrapasse o valor máximo.

3 Likes

Minha opinião, se ela cotou tipo FGTS acima, e readequou a planilha sem diminuir o preço, que é possível negociar pra menos, ela deveria distribuir esse valor como seu lucro. Porque majorar o valor dos uniformes para mim não é o certo.

Prezado Kennedy antes da aceitação e homologação da proposta a empresa pode alterar valores de itens /percentuais DESDE QUE NÃO altere o valor GLOBAL DA PROPOSTA aceita no lance do pregão eletrônico, pode ajustar internamente a planilha mas manter o PREÇO GLOBAL FINAL O MESMO se a licitação foi " Menor preço Global".