Atestado de comprovação de aptidão para prestação de serviços - Vigilância

Prezados, boa tarde!

Estamos realizando um pregão para contratação de vigilância para o IFG.
Agrupamos os itens conforme cada câmpus e Reitoria.
Dessa forma, são 14 grupos e 35 itens. No total solicitamos 34 postos de vigilância diurna e 36 postos de vigilância noturna.
No edital, assim como no modelo da AGU e na IN 05/2017, solicitamos os atestados de comprovação de aptidão para prestação de serviços em características, quantidades e prazos compatíveis.

No edital prevê o seguinte:

“8.9.5 Para a comprovação do número mínimo de postos exigidos, será aceito o somatório de atestados que comprovem que o licitante gerencia ou gerenciou serviços de terceirização compatíveis com o objeto licitado…”.

“8.9.3 Na contratação de serviços continuados com mais de 40 (quarenta) postos, o licitante deverá comprovar que tenha executado contrato com um mínimo de 50% (cinquenta por cento) do número de postos de trabalho a serem contratados.”

Minha dúvida é, por mais que o somatório dos postos diurnos com os noturnos dê mais que 40 postos, a comprovação deve ser em relação a cada posto correto? Assim, caso uma mesma empresa ganhe para vários grupos e dê mais que 40 postos somando diurno e noturno, não há que se falar em 50%, a empresa teria que comprovar exatamente o tanto de postos que ela pretende nos fornecer, certo?

Alguém teria alguma planilha para compartilhar para facilitar na hora da conferência desses somatórios?