Partido entra no STF para banir ponto eletrônico por software no trabalho –

Segundo PDT, ponto eletrônico por meio de software dificulta fiscalização da Justiça do Trabalho e seria “facilmente manipulado por empregador”