Rede GIRC 2020 - Enquete sobre Temas Prioritários - (RESULTADOS)

Caros participantes da Rede GIRC,.

A fim de melhore orientar as atividades da Rede GIRC em 2020, peço que preencham o questionário:


https://formularios.cgu.gov.br/index.php/859238


Para elencarmos temas prioritários às reuniões presenciais.

Após levantamento, e sem prejuízo de indicações livres em espaço na própria enquete, foram sugeridos temas como:

  • Identificação de Riscos à Integridade;
  • Canal de Denúncias;
  • Interação entre as Comissão de Ética e área disciplinar;
  • Ações de Comunicação Institucional no Programa de Integridade;
  • Avaliação de maturidade em Gestão de Riscos;
  • Técnicas para Mapeamento de Riscos Operacionais;
  • Monitoramento de Riscos Estratégicos pelas Instâncias de Governança;
  • Funcionamento dos Comitês de Riscos e Controle;
  • Funcionamento dos Comitês Internos de Governança;
  • Funcionamento das Unidades de Gestão da Integridade;
  • Gestão de Riscos Reputacionais;
  • Atuação da Auditoria Interna e da Corregedoria nos Programas de Integridade;
  • Principais questões sobre Conflitos de Interesse;
  • A Governança de Comitês no Setor Público;
  • Implementação da Gestão de Riscos: desafios e resultados;
  • Pilares da Governança: compras, TI, RH, orçamento e finanças;
  • Programas de Integridade Pública e P. de Integridade Privada: diferenças e semelhanças; e
  • Trabalhando a Integridade em Políticas Públicas: expansão do programa de Integridade.

Disponibilizamos também um espaço para avaliação da condução e organização das atividades, bem como eventuais sugestões, elogios, críticas e reflexões pertinentes.

O questionário ficará no ar até 6 fev. 2020 .

É um preenchimento rápido, conciso e com dados anonimizados.

Grato

At,

Thiago M. Rodrigues

Coordenador da Rede GIRC

Coordenador de Gestão de Riscos e Integridade (Min. Economia)

Carolina Carballido

Coordenadora da Rede GIRC

Coordenadora-Geral de Integridade Pública (CGU)

Resultado da Enquete Rede GIRC – Temas e Avaliação

Final: 06/02/2020

Ranking dos Temas submetidos à votação

TEMAS VOTOS %
Como evidenciar a eficácia e efetividade da Governança? 36 13,38%
Técnicas para Mapeamento de Riscos Operacionais 27 10,04%
Monitoramento de Riscos Estratégicos pelas Instâncias de Governança 26 9,67%
Identificação de Riscos à Integridade 24 8,92%
Implementação da Gestão de Riscos: desafios e resultados 20 7,43%
Avaliação de Maturidade em Gestão de Riscos 19 7,06%
Programas de Integridade Pública e P. de integridade Privada: diferenças e semelhanças 12 4,46%
A Governança de Comitês no Setor Público 11 4,09%
Funcionamento das Unidades de Gestão da Integridade 11 4,09%
Trabalhando a integridade em políticas públicas: expansão do programa de integridade 11 4,09%
Pilares da Governança: compras, TI, RH, orçamento e finanças 10 3,72%
Interação entre as Comissão de Ética e área disciplinar 10 3,72%
Principais questões sobre Conflitos de Interesse 9 3,35%
Atuação da Auditoria Interna e da Corregedoria nos Programas de Integridade 8 2,97%
Funcionamento dos Comitês Internos de Governança 8 2,97%
Gestão de Riscos Reputacionais 8 2,97%
Ações de Comunicação Institucional no Programa de Integridade 7 2,60%
Canal de Denúncias 7 2,60%
Funcionamento dos Comitês de Riscos e Controle 5 1,86%
TOTAL DE VOTOS 269 100%

Sugestões de temas (organizados em ordem alfabética, sem sistematização)

  • A relação entre a gestão de risco e a inovação;
  • Alinhamento entre Planejamento Estratégico, Cadeia de Valor e Gestão de Riscos;
  • Análise de Risco baseada em dados;
  • Analogamente ao Centro de Governo, não deveríamos ter um Centro de Gestão para melhor conduzir a estratégia dos Órgãos e Entidades Públicas?;
  • Aprimorar transparência e publicidade, melhorar comunicação pra dentro e pra fora do ME;
  • Apuração de Responsabilidades;
  • Atuação da conformidade em parceria à gestão de riscos;
  • Atuação de representação de interesses em órgãos governamentais;
  • Auditoria Baseada em Riscos;
  • Avaliação da maturidade de gestão de riscos no órgão;
  • Avaliação do nível de maturidade da integridade institucional;
  • Avaliação ex ante em nível operacional e técnico;
  • Capacitação no método ISO;
  • Capacitação no método Orange Book;
  • Cases e lições aprendidas dos benefícios da implementação da gestão de riscos na organização;
  • Como a equipe de gestão de riscos deve se envolver na fase de construção dos planos de ação e contingência, e realizar o acompanhamento dessa execução;
  • Como avaliar o nível de integridade de uma instituição;
  • Como elaborar uma política de gestão de riscos em órgãos cuja política de governança ainda não é bem definida?;
  • Como medir a eficácia dos controles aplicados aos riscos para a integridade;
  • Como planejar e realizar ações integradas de sensibilização dos temas Governança, Integridade, Riscos e Controles ;
  • Como tornar mais fácil a adesão aos Códigos de Conduta;
  • Como trabalhar integridade na Alta Administração;
  • Compliance além do discurso bonito;
  • Compliance contratual;
  • Compliance no setor público;
  • Configuração da unidade responsável por Governança, Integridade e Gestão de Riscos;
  • Conflito de Interesse e marco legal de inovação;
  • Controle Interno Independente;
  • COSO 17: integração entre a gestão da estratégia e gestão de riscos;
  • Critérios para selecionar as melhores informações sobre Gestão de Riscos e Integridade para a decisão estratégica;
  • Declaração de Apetite a Riscos;
  • É possível tratar Gestão de Riscos, Controles Internos, Compliance e Auditoria em um único sistema;
  • Efetividade da Gestão de Riscos Estratégicos;
  • Efetividade dos Programas de Integridade;
  • Efetividades dos planos de integridade;
  • Ferramentas de gestão de riscos;
  • Gerenciamento de Riscos à Integridade;
  • Gestão de riscos de projetos;
  • Gestão de riscos desburocratizada;
  • Gestão de Riscos em Segurança da Informação - alinhando à LGPD;
  • Gestão de Riscos Estratégicos;
  • Gestão de riscos na prática;
  • Gestão de Riscos na tomada de decisão estratégica;
  • Gestão de Riscos no Mapeamento de Processos Organizacionais;
  • Gestão de riscos por objetivos estratégicos e por processos. Estrutura, características e vantagens de cada modelo;
  • Governança de Gestão de Risco;
  • Governança, BPM e Risco Operacional;
  • Governança, LAI e LGPD - conciliação de conceitos;
  • Importância da Gestão de processos para maturidade da gestão de riscos;
  • Indicadores de Gestão de Riscos;
  • Indicadores de Governança;
  • Inovação e Integridade - limites e riscos associados;
  • Integrar os trabalhos com outras Redes;
  • Integridade nas empresas estatais;
  • Integridade para inglês ver?;
  • Integridade: Mudança de mindset;
  • Inteligência na Gestão das Informações produzidas pela Gestão de Riscos;
  • Lições aprendidas com a implantação da cultura de integridade na organização;
  • Melhores práticas em governança corporativa, com enfoque nas diferenças entre os setores público e privado;
  • Monitoramento de atividades correcionais;
  • Monitoramento dos programas de integridade;
  • Operacionalização da Gestão de Risco: como materializar as etapas;
  • Palestra sobre a GestGov;
  • Planejamento de atividades anual da Unidade de Gestão de Integridade;
  • Políticas, normas e diretrizes de organismos internacionais em matéria de integridade e de combate à lavagem de dinheiro;
  • Práticas e técnicas de monitoramento de controles internos.;
  • Práticas para melhorar governança em estratégia, contratações, TI e RH;
  • Procedimentos de governança - o como fazer;
  • Promover a participação em fóruns internacionais de discussão do tema de governança e compliance do setor público para bebermos na fonte em busca de melhores práticas para podemos expandir a compreensão e a medição da evolução da governança do ME;
  • Quais as novidades e tendências do mundo do e-commerce;
  • Que canais estão sendo criados para proteção do cidadão no uso da internet?;
  • Relatório anual das atividades realizadas pela Unidade de Gestão da Integridade;
  • Riscos à integridade - identificação, avaliação e monitoramento;
  • Riscos, Precaução e Prevenção;
  • Termo de Compromisso com a Integridade Pública: ministério da saúde e da agricultura;
  • Tomada de Decisão - influência da gestão dos riscos nos processos decisórios na administração pública;
  • Transparência como controle para governança e integridade;
  • Tratamento de conflitos de interesses e nepotismo; e
  • Utilização de técnicas big data e analytics para a gestão de riscos.


AVALIAÇÃO

  • Atribuição de nota (0 a 10) para avaliar a condução e organização dos encontros da Rede GIRC ao longo de 2019

Média: 8,58


Comentários às notas atribuídas (opcional)

Nota atribuída Comentário
10 Destaque para a disponibilização online tempestiva dos vídeos e das apresentações!
9 Muito bem estruturado
9 Algumas reuniões não foram transmitidas ao vivo, o que impossibilitou questionamentos aos palestrantes. Com a redução/contingenciamento do orçamento, fica impossível se deslocar até Brasília para participar presencialmente dos encontros.
9 Gostaria de sugerir que os encontros, na medida do possível, fossem realizados também em outros estados, para possibilitar maior participação dos órgãos que não estão sediados em Brasília.
9 O horário não foi cumprido algumas vezes
4 Poderia ser feito de uma maneira mais antecipada, e expandir para cidades do Nordeste.
Minha participação começou agora em janeiro de 2020, portanto, não teve referências de 2019.
10 Parabéns!!
8 Estamos em um processo crescente de aprimoramento quanto aos temas tratados na condução e organização dos encontros da Rede GIRC ao longo de 2019. Em razão disso, os temas que serão tratados ao longo de 2020 serão ainda mais estruturantes para que a cultura referente aos temas Gestão de Riscos, Controles Internos, Compliance, Integridade e Auditoria possam estar inseridos no dia a dia da Gestão Pública.
10 Excelente iniciativa e conteúdo das palestras
8 A organização e o planejamento são excelentes, no entanto, devido à grande quantidade de participantes e ao tempo previsto de duração das reuniões, fica inviável o aprofundamento técnico nos temas.
8 Talvez fosse interessante reduzir a quantidade de temas num mesmo encontro, de maneira a poder aprofundar mais os temas.
10 Painéis excelentes
9 Apesar da excelência dos Palestrantes, os temas tem se tornando repetitivos. A sugestão é explorar novas fronteiras.
9 Sugiro, se possível, a divulgação de uma agenda trimestral ou semestral dos encontros. Por vezes, nos deparamos com outros compromissos agendados que inviabilizam nossa participação. A divulgação antecipada nos permitirá melhor planejar nossos compromissos para podermos participar ativamente das reuniões.
10 Vcs são feras
8 Fiquei com a impressão que no final do ano, os temas ficaram muito voltados para a integridade, seria interessante distribuir ao longo do ano.
10 São excelentes os encontros: Temas interessantes, modernos e condução que desperta a atenção dos presentes, uma vez que, em que pese a formalidade exigida, há comentários espontâneos e autênticos que levam a uma profunda análise crítica.
7 Como podemos receber a Rede Girc no nosso órgão?
Não participamos ativamente
8 Atingir maior objetividade nas reuniões.
9 Aprofundar nas apresentações práticas existentes de cada órgão trazendo indicadores, benefícios e impactos. Algumas apresentações ficaram muito na supercialidade ou no marketing institucional
10 Os temas abordados em 2019 ajudaram a reduzir os riscos trazendo soluções eficazes de prevenção a fraude.
10 Excelente iniciativa, parabéns a todos os organizadores! Em continuidade a trabalhos passados da rede, sugiro que a articulação com organismos internacionais seja ampliada. Muitos deles (Nações Unidas, OCDE, OEA, Banco Mundial, NDB, BID, CAF, AfDB, FONPLATA etc.) possuem áreas internas especializadas em gestão de riscos e integridade. Pode ser interessante convidá-los a participar dos eventos e encorajá-los a compartilhar as impressões dessas entidades sobre a realidade brasileira nessas temáticas.
8 Creio que os temas abordados foram excepcionais, porém as mudanças de locais da realização dos mesmos, em algumas épocas do ano causam dificuldades de locomoção.
6 Muitas atividades e muitos e-mails. Normalmente os membros possuem cargos de chefia e não podem dispor de tanto tempo
9 Gostaria de parabenizar a todos os organizadores da Rede GIRC do ano de 2019! Tive o privilégio de participar da maioria dos encontros, os quais me ajudaram muito na implementação da Gestão da Integridade no Ministério em que atuo. O trabalho de vcs foi constante ao longo do ano, fazendo com que a Rede GIRC não perdesse a qualidade.
6 Sugiro abordagem de temas vinculados ao gerenciamento de riscos, tendo em vista que em 2019 as questões relacionadas à integridade foram priorizadas.
9 Sobre o conteúdo a avaliação é máxima: 10. Houve pontuais falhas/interrupção em algumas transmissões.
9 encontro mensais são excelentes para avaliação e atualização.
8 Ótima ideia de rodízio dos locais das reuniões presenciais. Boa ferramenta de compartilhar as reuniões e apresentações da Rede. Muitos temas demandam mais tempo pra apresentação e discussão. Ex.: Excelente apresentação do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sugiro mais reuniões de dia inteiro. Algumas vezes não houve transmissão ao vivo via internet. Quando houve, a conexão foi instável.


Grato a todos pela participação!

O retorno permitirá subsidiar o aprimoramento da condução da Rede GIRC.

2 Likes

@Thiago ótimas informações gerenciais!

1 Like