Como a pandemia mudou a rotina de trabalho, segundo este estudo

Desde março, quando foi decretada a pandemia do novo coronavírus, o trabalho remoto deixou de ser uma alternativa e se tornou a regra para milhões de trabalhadores de escritórios ao redor do mundo.

O modelo, que enfrentava resistência em diversas empresas, se mostrou um caminho para manter as atividades e reduzir a circulação de pessoas nas cidades, uma necessidade para frear o avanço do vírus. O trabalho em casa, para funções em que ele é viável, foi recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e governos ao redor do mundo.

O home office permite uma maior autonomia por parte dos funcionários – que podem fazer mais escolhas sobre como trabalhar, por exemplo – e também liberou as horas gastas no trajeto casa-trabalho-casa.

Porém, tal flexibilidade não vem sem impactos, segundo um estudo de professores de Harvard e da Universidade de Nova York, distribuído pelo Departamento Nacional de Pesquisas Econômicas, organização americana sem fins lucrativos que realiza pesquisas nas áreas de macro e microeconomia.

Os dados preliminares, que ainda estão sendo revisados por outros acadêmicos, foram publicados em 20 de julho e apontam para fenômenos como um dia de trabalho mais longo e ocupado por mais reuniões.

Fonte: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/08/05/Como-a-pandemia-mudou-a-rotina-de-trabalho-segundo-este-estudo

1 Like

Obrigada, Eduardo! Vamos acompanhar a publicação dos resultados revisados. Estou fazendo um levantamento de artigos publicados recentemente que tratam de gestão do teletrabalho. Vou postar aqui no grupo em breve.