TR Gerenciamento do fornecimento de combustíveis - Laudo Técnico Solução de Tecnologia da Informação

Elaboramos um Termo de Referência para o Gerenciamento do fornecimento de combustíveis no órgão em que trabalho, o processo foi encaminhado para a Procuradoria para análise, no entanto, esta está questionando uma parte do estudo técnico preliminar que faz referência a implantação de um sistema informatizado para monitoramento via web da frota e dos serviços pedindo para avaliar através laudo técnico emitido pelo setor competente, no nosso caso o Centro de Processamento de Dados, se o referido serviço eventualmente se enquadra como Solução de Tecnologia da Informação, e que caso seja enquadrado, deverá se adequar as exigências da IN SLTI/MPOG Nº 04/2010, especialmente no tocante à forma de planejamento para a contratação de serviços de TI.
Estou em dúvida se numa contratação desse tipo se realmente deveria ter esse laudo, ou há outro meio de justificar tal contratação.

Diego, quem vai operar o sistema? Onde o sistema vai ser instalado?

No setor de transportes, os servidores do setor irão operar o sistema.

Então vai ser um sistema interno. Nesse caso, sim, deverá seguir a IN 01 SGD (atualização). Mas como a IN 05 é praticamente uma cópia, não é muito trabalho a mais.

Diego!

O objeto da contratação não é a locação de um sistema, mas sim o acesso aos postos da rede credenciada da empresa contratada.

O sistema é só uma ferramenta necessária para a gestão do objeto contratado, mas não se confunde com ele.

Imagine contratar uma empresa de limpeza e conservação prevendo o uso de equipamentos como máquina de levar calçada, politriz etc. Não é razoável concluir que, pelo simples fato da empresa ter que disponibilizar esses equipamentos para a execução do serviço, o objeto do contrato seria locação de equipamento, cuja vigência seria de no máximo 48 meses.

O objeto do seu contrato não é locação de software, mas sim gestão de frotas com o uso de software como suporte.

1 Like

@ronaldocorrea o problema não é a definição do objeto, mas a inserção de um novo sistema no parque Computacional sem o aval da TI. Se a área de TI não for consultada, vários dos problemas que vivemos hoje irão se repetir: falta de treinamento, falta de compatibilidade com os padrões governamentais , falta de infra estrutura de TI adequada, vendor lock-in, etc. Os artefatos da IN 01 foram construídos para mitigar esses riscos. Não adianta chamar a TI depois de ocorrer um desses problemas.

1 Like

A realidade é que não temos qualquer sistema no setor de transportes, sendo este demandado há mais de três anos ao nosso CPD, no entanto, até hoje não foi resolvido e sequer deram prazo. Há um ano conseguimos implantar o gerenciamento da manutenção dos veículos, o que posso afirmar que dobrou nossa eficiência e controle sobre este item, gerando também economicidade e maior qualidade dos serviços, pois anteriormente era contratação de uma única oficina. Estamos querendo adotar o mesmo para os combustíveis, pois hoje ainda se dá por aquisição de combustíveis. Essa é uma forma que encontramos para nos adequarmos a legislação, para termos um controle eficiente sobre o abastecimento. Meu pensamento é que o gerenciamento de combustíveis utiliza um sistema independente, que não irá interferir em nada no parque computacional, não necessitando de qualquer auxílio por parte da TI do órgão, hoje mesmo com o gerenciamento de manutenção quem presta qualquer auxílio é a empresa contratada.

1 Like

Oi @Diego_Nogueira a “ferro e fogo” é muito estranho ter um Sistema Computacional rodando no órgão à revelia da TI, por uma simples questão de Governança. Mas sabemos que existem vários níveis de maturidade nos órgãos e entidades da administração pública. Se o problema fosse só a TI, não tenho dúvida que eles adorariam que vocês colocassem essa sua justificativa no processo os isentando completamente da responsabilidade da iniciativa. Contudo, como a procuradoria tem autonomia, pelo que entendi, ela está provocando todas as partes interessadas a exercerem sua competência, especialmente a TI por envolver sistemas. Sugiro uma conversa com a TI para montarem uma estratégia. Boa sorte!

2 Likes