Repactuação 2019 + Redução de objeto

Prezados, boa tarde.
Estou com uma pequena dúvida técnica e gostaria da opinião dos senhores:

Temos uma repactuação de contrato pendente, de 2019 (a empresa solicitou em tempo, corretamente, e tem todo o direito), entretanto, no momento atual, precisamos reduzir a quantidade do objeto contratado.

A dúvida é:
Posso realizar os dois atos dentro do mesmo Termo Aditivo ou o ideal é que essa repactuação retroativa aconteça primeiro e em seguida façamos um novo T.A. para a redução do objeto?

desde já agradeço! Toda contribuição será bem vinda.

Eu aconselho vc a fazer as repactuações primeiro e fazer um termo de aditivo limpinho de supressão. Mas acredito que vc pode fazer tudo no termo aditivo registrando os valores dos contratos para cada períodos

De x a x o contrato passa a der de z
De x a x o contrato passa a ser de Y
E a partir de X o contrato passa a der de Y - k (valor suprimido do contrato.

1 Like

Se o atos se tornaram concomitantes, é possível e, para economia processual, recomendável que seja feito no mesmo termo.

No entanto, por uma questão didática, recomendo tratar, no corpo do texto do termo aditivo, primeiro da repactuação e depois da supressão (ordem cronológica dos fatos), em tópicos separados, demarcando de forma clara e precisa a data do início da produção dos efeitos de cada uma delas.

Se houver pagamento de diferenças retroativas, também recomendo que especifique na cláusula qual é o período a que a diferença se refere.

4 Likes

Muito obrigado, Adriano_Andrade e Arthur, pelas respostas.
Acho que vamos optar por fazer apenas 1 T.A. mesmo, porém o mais detalhado e didático possível.